8 vantagens de ter CNPJ e formalizar a sua empresa

8 vantagens de ter CNPJ e formalizar a sua empresa

Sobre o que estamos falando?

  • Para estar legalizada na Receita Federal, toda empresa precisa ter o Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ). Ao formalizar o negócio, o empreendedor também têm acesso a diversos benefícios;
  • Emitir notas fiscais, passar credibilidade ao cliente, ter facilidade para obter crédito e poder participar de licitações públicas são algumas das vantagens de ter um CNPJ;

Sabia que você pode estar perdendo dinheiro por não ter um CNPJ? Um exemplo é que muitos clientes costumam solicitar a nota fiscal para comprovar uma compra e esse documento só pode ser emitido quando a empresa está formalizada.

Outra situação é quando você precisa de crédito para expandir o negócio, deseja participar de uma licitação pública ou então quer oferecer outras formas de pagamento. Para tudo isso, ter o cadastro é indispensável. 

São muitas as vantagens de ter um CNPJ. Quer conhecê-las e ainda descobrir como é simples formalizar a sua empresa? Continue a leitura!

O que significa ter um negócio formalizado? 

Um negócio é considerado formalizado quando o seu proprietário ou sócios informam aos órgãos do governo, como Junta Comercial, prefeituras e Receita Federal, a execução de determinada atividade econômica.

De forma simplificada, a formalização é o ato de informar ao Estado que você tem um negócio. A primeira ação que marca este processo é a abertura do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ), numeração usada pelo Governo para identificar a empresa.

Além desse documento, um negócio formalizado também pode ter registro na Junta Comercial, Inscrição Estadual e/ou Municipal e alvarás específicos (Corpo de Bombeiros e Vigilância Sanitária), dependendo do tipo de empresa e regime tributário escolhido.

Quem precisa de um CNPJ?

Toda empresa deve ter um CNPJ, independente do tamanho, área de atuação, se possui estabelecimento físico ou se atua somente online. Sem essa numeração, o negócio é tido como irregular perante à Receita.

Poder funcionar regularmente, sem o risco de pagar multas ou ter a empresa fechada é uma das principais vantagens de ter um CNPJ.

Por que formalizar meu negócio?

Formalizar uma empresa, diferente do que muitos pensam, não se resume apenas à burocracia ou ao pagamento de impostos. São muitas as vantagens de ter um CNPJ regular junto à Receita. Mais adiante, listamos as principais.

Como emitir um CNPJ?

Emitir o seu CNPJ é mais simples do que você imagina e pode ser feito de casa. O primeiro passo é acessar o site da Receita Federal e seguir os três passos indicados no site:

Feito isso, é só acompanhar o andamento deste processo com o número protocolo. Quando aprovado, será solicitado que você compareça à unidade cadastral — que pode ser a prefeitura da sua cidade ou a Junta Comercial — para finalizar a abertura da sua empresa. 

Se você fatura menos de R$ 130.000,00 por ano e possui até um empregado, deverá selecionar a opção "Se você quer ser MEI", que fica no final da página, ou acessar o Portal do Empreendedor. 

8 vantagens de ter um CNPJ regular

 

1. Emita notas fiscais para seus clientes 

A nota fiscal comprova a regularidade de uma transação comercial, seja venda de produtos ou prestação de serviços. É com a emissão desse documento que o governo monitora o cumprimento das obrigações tributárias por parte das empresas.

Sem CNPJ, não é possível emitir a nota e a sua empresa pode ser acusada de sonegação fiscal, ou seja, de enganar o governo para não pagar impostos.

Além disso, a nota fiscal confere credibilidade ao seu negócio e permite que você venda para outras empresas. Isso porque clientes pessoas jurídicas precisam desse documento para comprovar a compra mercadorias ou contratação de serviços.

2. Recolha seus impostos corretamente 

Outra vantagem de ter um CNPJ é fazer o recolhimento dos impostos corretamente. Isso significa:

3. Formalize a situação da sua equipe

Outra vantagem de ter um CNPJ muito importante é o fato de poder assinar a CLT da sua equipe. Assim, seus colaboradores deixarão de ser trabalhadores informais e terão acesso a todos os benefícios trabalhistas, como férias, décimo terceiro salário, FGTS e INSS.

Esse suporte que a sua empresa irá oferecer também contribuirá para o aumento da motivação dos seus funcionários, impactando diretamente no desempenho das atividades.

4. Fique sempre em dia com a Receita Federal 

Como mencionamos, ao ter um CNPJ, você consegue pagar os impostos referentes ao seu negócio, obtém os alvarás necessários para o funcionamento e emite notas fiscais para ficar em dia com a Receita. Isso é importante, pois, além das multas, sua empresa também pode ser acusada de sonegação fiscal e você corre o risco de:

5. Tenha acesso a linhas de crédito

Os bancos e financeiras sempre possuem linhas de crédito especiais para empreendedores. Porém, isso só é possível ao ter o negócio formalizado, com o CNPJ aberto e regular, ou seja, com os impostos em dia. 

6. Participe de licitações públicas

As licitações públicas são processos seletivos onde somente as empresas formalizadas concorrem para vender produtos ou prestar serviços aos órgãos do Governo em geral. 

Sem o CNPJ, você fica impedido de participar dessas licitações e perde a oportunidade de vender em grandes quantidades ou fechar contratos mais altos. Afinal, o Governo atende a população e a demanda costuma ser bem maior. 

7. Amplie sua participação no mercado 

A ausência de um CNPJ impacta até mesmo no crescimento da sua empresa. Isso porque, se você não tem dinheiro em caixa e pretende expandir o negócio, uma saída pode ser solicitar um empréstimo, que só é possível quando se está formalizado.

8. Conte com mais formas de pagamento 

Ao contar com várias formas de pagamento, você oferece mais comodidade aos seus clientes. No entanto, para isso, também é indispensável ter um CNPJ, pois existem várias soluções interessantes no mercado para quem deseja facilitar a vida da clientela.

Boleto, que você paga somente após a compensação. 

Cartão de Crédito, onde você pode oferecer parcelamentos em até 12 vezes e receber todas as prestações de uma vez, sem precisar de maquininha ou de site;

Pix Cobrança, com a geração de cobranças com data de vencimento, juros e multas;

Fechar a empresa.

Ter suas mercadorias apreendidas;

Ser preso e cumprir pena de 6 meses a 5 anos;

Pagar as taxas conforme o regime tributário da sua empresa, nem mais, nem menos.

Ficar em dia com a Receita, evitando multas pelo não pagamento dos impostos e demais penalizações;  

Passo 3 — Licenças: aqui, você solicita as licenças para exercer a sua atividade. 

Passo 2 — Coleta de dados: neste passo, você deve inserir as informações tributárias e gerais da empresa, como estado e cidade;

Passo 1 — Consulta Prévia: serve para confirmar se a empresa pode exercer atividades na localidade desejada;


Publicado em: 11/05/2022 08:00:00
Facebook Twitter Google Plus LinkedIn Whatsapp
Montreal Contabilidade

Abra sua empresa

Conte com a Montreal para agregar valor ao seu negócio. Converse com a gente!